segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Um grande irmão

Faltou você, meu amigo chegado, meu grande irmão! Não deu pra te ver, mesmo estando programado reencontrá-lo também, porém, devido distância e algumas circunstancias, não tive como revê-lo desta vez, juntamente com sua esposa Everalda e o restante da família. Mas faço questão de deixar registrado, o meu carinho por você e sua família. 

Você, um irmão piauiense que encontrei em São Paulo, especificamente em Santo Amaro, que me deu a mão em um momento difícil, e que na época de solteiro, me convidou pra morar naquele lugar bem simples, e ali juntos, era engraçado, você fazia o almoço e eu lavava os pratos, pois era a única coisa que eu sabia fazer, e naquele ambiente simples, mas de grande valor, nasceu uma amizade, porque sua amizade, seu jeito ser, sua alegria, não deixava que reinasse a tristeza, onde em sua companhia, íamos juntos para a igreja, e foi ali, onde tive o momento mais marcante de minha vida cristã, pois devido nossa vida de oração, recebi o batismo como o Espírito Santo e o chamado de Deus para sua obra, onde Deus me chamou através de seu vaso: Varão Valoroso!

Deus te honrou, te deu uma família linda, uma residencia melhor, mas continua com o mesmo jeito de ser, sorridente, brincalhão, meu irmão do coração, e por isso meu amado, venho desejar o melhor de Deus pra tua vida, e como diz a palavra de Deus: Em todo o tempo ama o amigo e para a hora da angústia nasce o irmão. Provérbios 17:17.

Nenhum comentário:

Postar um comentário