segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Feliz dia dos pais

Sempre que chega o segundo domingo de agosto, sinto saudades de meu pai, e o interessante nisso, é que praticamente não tive contato com ele, não sei contar sua forma de carinho, se ele me amou, sei apenas que ele existiu, que tive um pai.

Não sei contar como seria, se um homem sério, brincalhão, muito rígido ou liberal, mas fica aquele vazio e a tristeza por não ter conhecido, tendo em vista ter falecido tão novo, porém, pelo que ouvir dizer, foi um grande homem, tanto na estatura, como em pessoa, o que me alegra e faz com que eu ame, mesmo sem ter lembrança do seu rosto e do seu toque, mas acredito no seu amor para comigo, porque afinal de contas, ele foi meu pai.

Postei sua foto, a única foto que tenho, postei em minha página no Facebook como uma homenagem aos pais, e uma mensagem para aqueles que tem seu pai presente e não valoriza, pois essa é a única lembrança que ficou, e que demorei mais de quarenta anos pra conhecê-lo por fotografia, o que muito me emocionou na época, pois pude descobrir e ter essa simples lembrança de como era meu pai.

Nenhum comentário:

Postar um comentário