segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Uma amigo mais que irmão!

Se eu pudesse voltava no tempo,
Pra de novo ter a sua companhia,
Desfrutar de tua amizade sincera,
E aproveitar cada momento de tua alegria,
Que com uma simplicidade e sem vaidade,
Tornou-se um amigo, um irmão de verdade.

Nos conhecemos em uma selva de pedras,
Que como você dizia foi Deus que preparou,
Amizade igual a tua é muita rara,
Nordestinos que em São Paulo Deus juntou,
Que mesmo de igrejas distintas,
A religião não nos separou.

Lembro-me de uma cena que ficou marcada,
Em que um dia ao conversar começou a chorar,
Porque pelo fato de sermos de igrejas diferentes,
Foi proibido pelo seu dirigente de minha igreja visitar,
E temendo perder minha amizade, me contou tudo,
Mas te falei que em relação a isso, nada ia mudar.

Quem sabe voltou pra Bahia, tua terra natal,
Pois na época voltei ao Maranhão,
E como não havia redes sociais, perdemos de vista.
Mas ficou em minha lembrança e no coração.
Dois jovens crentes que se conheceram em São Paulo,
Eu da Assembleia e você da Congregação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário