terça-feira, 20 de maio de 2014

Gratidão

Existem coisas que me emociona, por mais simples que seja ou possa parecer, um gesto, uma palavra, algo que para alguns pode não significar nada, mas que para mim, falou bem forte, é como se tivesse ganho o dia, servindo como recompensa e motivos para não desanimar, diante das lutas diárias que vou enfrentando e vencendo.

Semana passada, ao passar diante de uma loja, fui cumprimentado por um moço, que perguntou se eu lembrava dele, é claro que não lembrei totalmente, mas lá bem longe veio uma lembrança, de que já tinha visto em algum lugar, quando este me fez recordar, falando que há muito tempo eu tinha feito algo por ele, e que este gesto, apesar do tempo, não conseguiu esquecer.

Lembrou-me que certa vez, entrou no ônibus coletivo, e ao colocar a mão no bolso para pagar sua passagem, percebeu que lhe faltava algumas moedas, o que sentindo-se constrangido diante do cobrador e naquele grande aperto, me ofereci sem ao menos o conhecer e paguei sua passagem.

Passaram se os anos, esqueci de tudo isso, porém, aquele senhor me fez lembrar, e hoje conta que tem três carros na sua garagem, que sua vida mudou, e sempre que ver alguém precisando de carona, não se nega em oferecer, por ter sentido na pele a vida de um usuário de ônibus, principalmente aqui em nossa cidade que não é fácil esperar coletivo.

Diante disso, o que mais me chamou atenção, não é o fato de ter ajudado aquele homem, pois isso poderia fazer com qualquer um, até porque acredito que o cristão deve fazer boas obras não para ser salvo, mas porque é salvo em Cristo Jesus. Porém, o que realmente me emocionou, o que mexeu comigo foi o fato da gratidão, do reconhecimento, coisa rara de se ver.

Não vivo atrás de elogios, de reconhecimentos, mas todo mundo sabe o quanto isso faz bem, quando alguém reconhece o que foi feito, pois creio que o Senhor me colocou na terra, para abençoar vidas, e isso tenho feito, e quando existe esse reconhecimento, assim como falei para aquele homem, serve como incentivo, pra que eu continue tentando ajudar o próximo, mesmo sem saber quem, pois isso é o lado bom, é gratificante e faz um bem tremendo ao coração.

Em meu ministério como pastor, passei por momentos difíceis, pessoas a quem dediquei meu amor, carinho e confiança, no momento que mais precisei me deram as costas, outras fizeram isso, ainda com palavras de elogios e dizendo que me amava, enquanto outras desapareceram sem nenhuma justificativa, até mesmo pra que eu soubesse se errei, no que errei, simplesmente se foram, depois de conseguir a minha benção, meu carinho e minha confiança.

Mas não posso deixar de acreditar no ser humano, pois sempre haverá os ingratos, isso são momentos, fases, e até mesmo o Mestre foi injustiçado, não conseguiu agradar a todos, foi traído, enfim... Com certeza, não sou e não serei melhor que ele, isso me serve de consolo, pra que eu não me abata com a situação, mas me alegre por aqueles que reconhecem o trabalho prestado, que são gratos, pois Deus tem sido fiel a mim e isso que é importante.

Palmas-Tocantins, minha cidade

domingo, 11 de maio de 2014

Mãe

Mãe,
Presente de Deus para a humanidade,
Alguém que é insubstituível, um amor de verdade,
Quem nos mostra a vida, e nos trás para a vida,
Um amor incomparável, que não existe igual,
Parece vindo do céu, parece sobrenatural.

Mãe,
Tanto tempo dedicado ao filho que gerou,
Que mesmo em fases dificéis não desanimou,
Sabe que nasceu um fruto, prometido do Senhor.
Mesmo que a situação lhe obrigasse a desistir,
Entre o choro e a oração, na razão soube persistir,

Mãe,
Tão importante pra vida, sem ela não existiria a vida,
As vezes com o tempo, algumas ficam esquecidas,
Mesmo diante das tribulações, não falha seu pensamento,
Uma verdadeira guerreira, uma vida de sofrimento,
Tão importante que até Jesus teve uma.

sexta-feira, 9 de maio de 2014

A mão de Deus

Na simplicidade de uma criança,
Em um sorriso cheio de esperança,
Através do louvor de um adorador,
Ou numa expressão simples de amor,
Em um momento singelo de oração,
E no rosto alegre de um Cristão.

No momento de uma reconciliação,
Em um abraço apertado pelo perdão,
Em uma semente que vejo brotar,
Em uma flor que começa desabrochar,
Na brisa que passa pelo rosto lentamente,
Ou através de uma estrela cadente.

Na vida daquele que é fiel,
Ao contemplar a beleza existente no céu,
No desejo pela vida que bate em um coração,
Por aquilo que humanamente não existe explicação,
Na alegria de uma mãe, por um filho que nasceu,
Em tudo isso posso ver, que é a mão de Deus.