quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Aprendendo a perdoar


Tenho aprendido a perdoar,
Mesmo com um processo bem dolorido,
Encarar de frente quem me magoou,
Apertar a mão e chamá-lo de amigo,
Abraçar quem duvidou de minha conduta,
E com algumas palavras me deixou ferido.


Não é fácil liberar o perdão,
Seria hipocrisia dizer que sim,
Conheço minhas limitações, o que sofri na carne,
E sei que as coisas não são fácil assim,
Mas é preciso quebrar todo o orgulho,
Pra que o amor de Deus prevaleça em mim.

Mas sou discípulo e vivo aprendendo,
O Mestre Jesus me ensinou sobre o amor,
Não teria sentido o que faço e o que prego,
Se meu coração guardasse algum rancor,
Humilhações e muito mais do que passei,
O meu Senhor suportou e perdoou.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Eu não desisto de você


Eu não desisto de você,
Que hoje se encontra sem forças para permanecer,
Deus te tocou, te chamou para obra e até aceitou,
Porém, a voz do inimigo te seduziu, e você ouviu,
Ficando embaraçado nesta longa estrada,
Que sem forças não prossegue na caminhada.

Eu não desisto de você,
Pois acredito nos projetos de Deus pra tua vida,
Quando está de pé, tem feito coisas, salvado vidas,
Que impressiona aos que não imagina tua capacidade,
E o inimigo preocupado quer acabar com tua felicidade,
Que por não vigiar, não encontra forças para levantar.

Eu não desisto de você,
Porque o Senhor Jesus nunca desistiu de mim,
Tem demonstrado que me ama com um amor sem fim,
Como seguidor, tenho aprendido com ele sobre o amor,
Que se não vivesse, não adiantaria de forma alguma pregar,
Se não entendesse o amor de Deus e o que é o amar.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Não pare na estrada


O caminho é longo e até parece infinito,
Se olharmos o quanto ainda vamos percorrer,
Virá o desânimo, ao vermos a longa estrada,
Mesmo que o objetivo seja ir até o fim,
Ficar parado não é o melhor negócio,
A vitória está perto, mais um pouco e chegará.

Existem curvas, porém, não faça atalhos,
Não saia do caminho que determinou seguir,
Não olhe para a direita e nem para esquerda,
Nem se impressione pela visão do caminho,
Pode até ser atraente, pode até parecer bom,
Mas pode ser uma arma pra te fazer desistir.

Encontrarás espinhos, alguém pelo caminho,
Aqueles que desejarão te ver parando,
Não acredita na capacidade, e no valor que tem,
E poderão te atrapalhar e retardar tua chegada.
Ouça a voz daqueles que te anima, coloca pra cima,
Nada pode ter fazer parar nessa estrada.