quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Humilhação, Reconciliação e Perdão

Se eu fosse olhar para as lutas, desanimaria,
Não estaria aqui na peleja, desistiria de tudo,
Uma vez que aqueles que me influenciaram pra chegar até Jesus,
Hoje estão no mundo, porque não suportaram o peso e deixaram o Senhor.
Sei que eles foram vasos de Deus pra minha vida, meu espelho,
Porém, me apeguei fortemente em Jesus e isso fez toda diferença.

Nesta longa estrada, passaremos por cada momento,
Que se não tivermos a certeza, a dúvida nos fará recuar,
Parece que tudo aquilo que foi feito, não foi perfeito,
Que por mais que lutamos, parece que não conseguimos vencer,
Todo esforço para transformar uma vida, ajudar alguém,
Não foi o suficiente pra colocar em si a gratidão.

O que machuca, é o agir dos que são falsos, os que são ingratos,
Daqueles que amamos, ajudamos e que levantamos do chão,
Que após serem erguidos, encontra-se com suas forças recuperadas,
E apunhalam-nos como traidores, com palavras que não edifica,
Simplesmente porque chegou a hora de revelar seu caráter,
E não queremos acreditar que isso ainda existe em nosso meio.

Aprendi a amar e a não guardar rancor,
Por não ser bom diante de Deus e pra o coração,
O caminho do perdão é o mais indicado, é o correto,
Do que tentar lutar por algo que não tem futuro,
Aquele que é mau, cedo ou tarde revelará seu pecado,
E Deus saberá tratar com cada um a seu modo.

Então prossigo, acreditando nas pessoas,
Não será o último que encontrarei nesse caminho,
Porém, mesmo estando em uma mesma direção,
Sei que aqueles que se enveredam por esse caminho mais largo,
Embaraçar-se-ão na chegada, não terão completo êxito,
Se não voltar para o caminho da humilhação e reconciliação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário